Inicio » » As qualidades do verdadeiro Reformador (Parte II)

As qualidades do verdadeiro Reformador (Parte II)

18 de janeiro de 2017

Santo Antônio Maria Zaccaria (Constituições, cap. XVIII)

Seja humilde de verdade, ou seja, dado à compaixão, à tolerância e à afabilidade com todos
Comentário: A palavra humildade (deriva do latim «'hŭmĭlĭtas, ātis, f. humilis'») tem varias acepções: como virtude que consiste no conhecimento das próprias limitações e debilidades. Implica ter uma grande atitude de respeito e decoro em nosso trato com as pessoas e com Deus. Exemplo de humildade vemos na própria kénosis (abaixamento) do Filho de Deus.



Cita bíblica:
Efésios 4,1-3: ROGO-VOS, pois, eu, o prisioneiro do SENHOR, que andeis como é digno da vocação a que fostes chamados. Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros no amor. Procurando guardar a unidade do Espírito pelo vinculo da paz.


Viva em constante clima de oração, que faz o homem forte diante de Deus e traz o conhecimento das coisas a serem feitas ou deixadas de lado
Comentário: Consiste em manter a familiaridade com Deus. Sentir sempre a sua presença na vida cotidiana. É também estar na intimidade permanente com o Cristo Crucificado. Em outra parte Santo Antônio recomenda: ‘elevar a mente a Deus’. De fato, elevando a nossa mente a Deus tomamos consciência da sua presença e inspiração constante por meio do Espirito Santo, porque ele acompanha as nossas atividades e projetos (cf. 10209).
Citaçao bíblica:
1 Tessalonicenses 5,15-19: Vede que ninguém dê a outrem mal por mal, mas segui sempre o bem, tanto uns para com os outros, como para com todos.Regozijai-vos sempre.Orai sem cessar.Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.Não extingais o Espírito.
Marcos 11, 24: Por isso vos digo que tudo o que pedirdes, orando, crede que o recebereis, e tê-lo-eis;


Tenha reta intenção (fazer as coisas em nome de Deus)
Comentário: A intenção é a determinação da vontade em ordem a um fim. A reta intenção dirige ao homem inteiro na busca de Deus. Por isto, talvez, o Antigo Testamento entenda que o centro do homem, ali onde o homem se prova é no coração. SAMZ tinha a intuição de que todo o nosso pensamento devia estar transformado por Deus.
Citação bíblica:
Salmo 24,3-5: Quem subirá ao monte do SENHOR ou quem estará no seu lugar santo? Aquele que é limpo de mãos e puro de coração, que não entrega a sua alma à vaidade, nem jura enganosamente. Este receberá a bênção do SENHOR, a justiça de Deus e a sua salvação.

 













*Religioso barnabita e estudante de Teologia na Pontifícia Universidade Católica do Chile
















Anterior Proxima Página inicial