Postagem em destaque

Profissão Solene do Ir. Lima

No dia 5 de Agosto final de semana passado o nosso caro Ir. Lima deu seu sim definitivo na sua profissão solene, ao passo que o terceiro do...

Follow by Email

Inicio » » Dia de São Pedro e São Paulo: Papa destaca fé e testemunho

Dia de São Pedro e São Paulo: Papa destaca fé e testemunho

29 de junho de 2015

O Papa Francisco celebrou a Missa, nesta segunda-feira, 29, solenidade de São Pedro e São Paulo, na Basílica Vaticana. Durante a celebração, Francisco entregou o pálio a 46 arcebispos metropolitanos, entre eles o arcebispo de Curitiba, Dom José Antônio Peruzzo.
Na homilia, o Papa fez um convite aos arcebispos que com ele concelebraram a Missa: ensinar a rezar rezando; anunciar a fé acreditando, e testemunhar, vivendo. A inspiração veio das leituras do dia, que retratam a coragem dos apóstolos e da primeira comunidade cristã de levar adiante a evangelização mesmo em meio ao perigo do martírio.
“A comunidade de Pedro e Paulo nos ensina que uma Igreja em oração é uma Igreja de pé, sólida e em caminho! (…) Na verdade, um cristão que reza é protegido e, sobretudo, não está sozinho. (…) Nenhuma comunidade cristã pode prosseguir sem o apoio da oração perseverante. A oração é o encontro com Deus, que jamais desilude”.
Francisco recordou que há forças que tentaram e ainda tentam aniquilar a Igreja, mas Deus dá ao homem a força para vencer o mal. Inexplicavelmente, a Igreja permanece viva, fecunda e firme. “Na verdade, passaram reinos, povos, culturas, nações, ideologias, mas a Igreja, fundada sobre Cristo, permanece fiel ao depósito da fé, porque ela não é dos Papas, bispos, padres nem mesmo dos fiéis; é só e unicamente de Cristo.”
O Santo Padre renovou também um apelo ao testemunho, para que os cristãos sempre testemunhem Cristo, a exemplo do que fizeram Pedro e Paulo. “Uma Igreja ou um cristão sem testemunho é estéril; um morto que pensa estar vivo; uma árvore ressequida que não dá fruto; um poço seco que não dá água! A Igreja venceu o mal por meio do testemunho corajoso, concreto e humilde dos seus filhos.”
Também esteve presente, na celebração, uma delegação do Patriarcado Ortodoxo de Constantinopla, que o Papa saudou logo no início da cerimônia.


Fonte: cancaonova.com
Anterior Proxima Página inicial