Inicio » » Fatos sobre o primeiro Doutor da Igreja nomeado pelo Papa Francisco

Fatos sobre o primeiro Doutor da Igreja nomeado pelo Papa Francisco

24 de fevereiro de 2015

Nesta segunda-feira passada, a Santa Sé informou que o Papa Francisco aprovou a sentença para declarar São Gregório de Narek como Doutor da Igreja. 
A Igreja Católica atribui oficialmente o título de doutor da Igreja àquelas pessoas que têm uma autoridade teológica e doutrinal, em razão da certeza de seus pensamentos, da santidade de suas vidas e da relevância de suas obras. 
1. São Gregório viveu de 951 a 1003. Nasceu na Armênia, seu pai foi um Arcebispo (dado que nas Igrejas do Oriente existe a possibilidade do sacerdócio de homens casados). Sua prima Anania de Narek, fundadora de um mosteiro local e de uma escola, foi como uma mãe para ele e o educou. 
2. Foi monge e sacerdote. Ingressou em um mosteiro chamado Narekavank quando ainda era bastante jovem. Foi ordenado sacerdote com 25 anos. O lugar foi uma importante escola medieval na Armênia e foi destruído durante o Genocídio dos armênios em 1915, para ser substituído por uma mesquita. 
3. Escreveu uma grande variedade de livros como tratados de teologia, cantos, melodias, cartas e orações. 
4. Sua obra mais famosa é o Livro das Lamentações, hoje traduzido em diversos idiomas. Deixou como testamento espiritual um livro composto por 95 orações chamado “Falando com Deus das profundidades do coração”.  
5. Suas orações ainda são usadas na liturgia divina do rito armênio. Por exemplo, assim que sobe para o altar, o sacerdote recita em voz baixa a oração 33 do livro das lamentações. 
6. É conhecido como “o anjo guardião de forma humana”. Muitos milagres estão associados a sua intercessão. 
7. Sua festa se celebra em 13 de outubro. É venerado na Igreja Católica e na Igreja Armênia Apostólica, assim como na ortodoxa.

Fonte: acidigital.com
Anterior Proxima Página inicial