Postagem em destaque

ORDENAÇÃO PRESBITERAL

No dia 08 de Dezembro de 2017, Solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora, na comunidade Igreja Matriz Sagrada Família, Mococa – SP...

Follow by Email

Inicio » » Artigo: A sabedoria na vida comunitária

Artigo: A sabedoria na vida comunitária

12 de agosto de 2014

A sabedoria aparece nas Sagradas Escrituras muitas vezes e é buscada como algo que está na raiz de tudo. Porém, muitas questões relacionadas a esse tema no Novo Testamento vêm já desde os livros sapienciais, onde se pode dizer que há uma ligação com os evangelhos. Chamar a Deus de Pai vem do livro da Sabedoria, assim pode ser afirmado que Jesus deu também privilégio ao gênero sapiencial.
Contudo, buscar sabedoria também é se relacionar bem com todos, buscar o caminho de acordos, caminhar juntos, eliminar os conflitos para crescer em comunidade.  Por essa razão, ainda hoje somos chamados a esta fonte de vida, que ganhamos como dom e esforço humano. A sabedoria não tem interesse só no teórico, mas procura também a solução dos problemas práticos. Trata de responder, cotidianamente, o que é bom para todos.
Santo Antônio Maria Zaccaria nos deu exemplo de como ser um homem sábio. Em sua época respondeu com boa intuição ante a decadência da vida religiosa, ele estava atento às condições de seu tempo. Podemos interpretar em seus Escritos que, com insistência, ele nos convoca a viver com fidelidade os votos e a fraternidade na casa religiosa, deixando para trás fofocas, comodismo, desperdício do tempo nas distrações, brigas, amizades particulares, etc., e tudo o que desequilibrava e desequilibra a afetividade do religioso, expondo-o a grave crise.
Uma comunidade cheia de regras e normas explícitas, manifesta a falta e carência da sabedoria na mesma. É bom ter uma boa organização e boa distribuição de tarefas no grupo, mas sempre devem estar no ápice o amor e a liberdade, virtudes próprias de um homem sábio.
Finalmente, para nós hoje, sábio é uma pessoa culta, de conhecimentos amplos ou especializada em um ramo do saber. Mas ser sábio não é o mesmo que ser intelectual. O sábio é quem tem prudência, sensatez e acredita em Deus (quem edifica a casa sobre a rocha - Mateus 7,24-27 e Lucas 6,46-49).
Nosso Fundador, em seu 1° Sermão, refere-se à sabedoria de Deus como algo que “transforma os humildes em prudentes e os brutos pecadores em mestres de sabedoria! E então, caríssimo, você ainda acredita que Deus, o Maximo da sabedoria, tem falhas que não o deixam conduzir o que Ele mesmo fez? Não creia nisso! Porque a sabedoria de Deus chega com vigor a todas as partes do universo e o governa com justiça (20104)”.
Com as palavras de Santo Antônio Maria, temos esperança de que Deus nos vai inundar com sua sabedoria cotidianamente.
Amigos e amigas, Deus nos bendiga!
Por:







Referencia bibliográfica
Andrea M. Erba e Antonio M. Gentili. O reformador. Trad. Fernando Negreiros de Paiva. Belo Horizonte: 2006.
VILCHEZ L., José. Sabedoria e sábios em Israel. São Paulo: Ed. Loyola., 1999.
ZACCARIA, A. M. Lettere, Sermoni, Contituzioni. Roma: 1986.
Anterior Proxima Página inicial