Postagem em destaque

ORDENAÇÃO PRESBITERAL

No dia 08 de Dezembro de 2017, Solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora, na comunidade Igreja Matriz Sagrada Família, Mococa – SP...

Follow by Email

Inicio » » Encontro da juventude paroquial de Belo Horizonte - MG

Encontro da juventude paroquial de Belo Horizonte - MG

15 de outubro de 2013

Saber viver...construindo as relações!
Este foi o tema do retiro que reuniu jovens da Paróquia Cristo Crucificado (Belo Horizonte - MG) no final de semana de 28 a 29/09, acompanhados pelos seminaristas Érico e Carlos e por nosso pároco Pe. Sivonaldo.
A necessidade deste momento foi levantada durante a Assembleia Paroquial em dezembro e gestada com muito afeto, atentos ao desafio de ajudar nossa juventude a viver um despertar para construção de laços autênticos de fraternidade, indo em movimento contrário a sociedade contemporânea. Relações que exigem porventura um auto-conhecimento; viver a descoberta do EU, não para um fechamento egoísta, mas para abertura total ao outro. Viver uma fé de “periferia”, onde o centro é Cristo, e o “EU” se desloca para a periferia indo de encontro aos irmãos em plena igualdade.
No primeiro dia, trabalhou-se o tema da afetividade e sexualidade, como passo determinante para a construção e cultivo das relações. Mesmo diante de todas as informações disponíveis sobre o tema, percebeu-se que as dúvidas e anseios apresentados refletem corações que se encontram à deriva no agitado mar do relativismo e “modismos” atuais. Se faz necessário, sentar, dialogar, acolher, iluminar a nossa juventude, apresentando-lhes a verdade da fé orientados pela luz do Evangelho que nos convoca a amar e cuidar da pessoa humana.
No segundo dia, após a descoberta do “EU” no cuidado das dimensões da afetividade e sexualidade, refletimos sobre a abertura para o campo social e missionário, trabalhando o tema: Protagonismo da Juventude. Destacamos, através de algumas palavras do Papa Francisco na JMJ, a busca do encontro pessoal com Cristo, e as consequências deste encontro. Ao viver profundamente este encontro, a alegria de ser discípulo deve ser expandida em forma de anúncio e testemunho de vida. Testemunho que nos coloca ao lado dos excluídos e menores da sociedade. Por isso, olhar a realidade e a partir dela, traçar caminhos que levam a recuperação da dignidade da pessoa humana. Foram convidados, em um determinado momento, levantar um retrato da paróquia e de nossos bairros e em seguida pensar ações e atitudes que possam brotar ao assumirem o seu protagonismo.
Ressalto a palavra do Papa Francisco aos jovens que norteou nossa reflexão deste dia: “Através de vocês, entra o futuro no mundo. Também a vocês, eu peço para serem protagonistas desta mudança. Continuem a vencer a apatia, dando uma resposta cristã às inquietações sociais e políticas que estão surgindo em várias partes do mundo. Peço-lhes para serem construtores do mundo, trabalharem por um mundo melhor. Queridos jovens, por favor, não «olhem da sacada» a vida, entrem nela. Jesus não ficou na sacada, mergulhou… «Não olhem da sacada» a vida, mergulhem nela, como fez Jesus”.
 Algo ficou claro nestes dias de retiro: a juventude precisa do acompanhamento de adultos na fé que sejam verdadeiros orientadores, mistagogos, sensíveis aos seus anseios... amigos. Isto é algo também ressaltado em nossa realidade forânea e arquidiocesana. Todos somos convidados a esta missão, abrir para a juventude as nossas portas e deixar a alegria tomar conta de nossa vida comunitária!

Por: Marco Aurélio, catequista de crisma na Paróquia Cristo Crucificado, Belo Horizonte (MG).
Anterior Proxima Página inicial