Postagem em destaque

Profissão Solene do Ir. Lima

No dia 5 de Agosto final de semana passado o nosso caro Ir. Lima deu seu sim definitivo na sua profissão solene, ao passo que o terceiro do...

Follow by Email

Inicio » » Mãe queima filha viva no útero. Ela sobrevive! E, 29 anos depois, reage!

Mãe queima filha viva no útero. Ela sobrevive! E, 29 anos depois, reage!

8 de julho de 2016

A história arrepiante de uma mulher que sobreviveu ao impossível e hoje luta pela cultura da vida
Gianna Jessen é hoje uma mulher de 29 anos que sobreviveu ao impossível.
Quando ainda estava no ventre materno, sua mãe a rejeitou e, na tentativa de abortá-la, decidiu queimar a própria filha viva dentro do útero!
A mãe tentou se livrar do bebê a todo custo, mas falhou. A pequena Gianna conseguiu nascer viva apesar das tentativas de assassinato que tinha sofrido. Mais ainda: Gianna conseguiu se recuperar daquele horror e das sequelas criminosas que a crueldade da própria mãe lhe impôs, como a paralisia cerebral que sofreu na ocasião por falta de oxigênio.
Nada disso a impediu de correr atrás dos seus sonhos e de dar sentido à sua vida.
Passados 29 anos desde aquela tentativa espantosa de aborto, Gianna hoje vai a público para reagir sem ódio, sem agressão, sem manipulações ideológicas. Ela só precisa dar seu testemunho real. Gianna é ativista na luta pela conscientização do valor de cada vida humana no ventre materno – e a mensagem que ela passa em suas palestras é poderosíssima.
Seu depoimento intenso e emocionante é a melhor resposta para sua mãe biológica e para todas as pessoas que defendem a triste cultura do descarte; para todas as pessoas que, em nome de supostos “direitos”, promovem a eliminação de bebês inocentes antes mesmo que eles tenham a chance de vir à luz e mostrar que o bem e a vida são capazes de vencer o mal e a morte.

Assista ao depoimento de Gianna, que é de arrepiar:



Anterior Proxima Página inicial