Inicio » » Mês vocacional: parte II

Mês vocacional: parte II

31 de agosto de 2014

És um povo consagrado ao Senhor.” (Dt 7,6)
A palavra Vocação provém do latim e significa chamado, convite feito por Deus de modo individual a cada um de nós, para estarmos a serviço da Igreja. Não porque, os chamados(as) são melhores ou mais capacitados. Não! Mas porque, Deus em sua infinita misericórdia, chama a cada um segundo seus desígnios e envia para serem testemunhas do seu amor.
Ser vocacionado é desejar ser seduzido e deixar-se seduzir pelo Cristo Razão de nossa vida. Dar nosso sim ao chamado de Deus, é permitir que o mesmo nos modele segundo a Sua vontade para sermos seus fiéis dispensadores dos mistérios de nossa fé, ajudando cada vez mais nossos irmãos e irmãs a dar sentido às coisas que creem.
O mês dedicado às vocações está chegando ao fim e precisamos nos perguntar: O que Deus quer de mim? Onde posso e devo servir minha comunidade? São perguntas que a primeira vista podemos logo responder, porém, é salutar que reflitamos um instante para percebermos o que Deus quer de nós, em nossa simplicidade e pobreza, mas, no desejo ardente de ser sal da terra e luz do mundo (Mt 5,13.14) seguindo os passos de Cristo que não mediu esforços para fazer a vontade do Pai.
O Senhor se vale de muitos meios para nos chamar, e a Sagrada Escritura está repleta de momentos especiais de encontro com Deus e de uma resposta generosa daqueles que foram chamados, basta olharmos para a visita do anjo Gabriel à Maria (Lc 2,26ss), o chamado do jovem Jeremias (Jr 1,4ss), o chamado de Moisés quando estava pastoreando o rebanho de seu sogro, é na sarça ardente, no silêncio do monte que Deus o chama e envia para libertar seu povo (Ex 3,1-22.4,1-17) e, assim, Deus continua chamando cada um de nós em nossos dias, basta estarmos atentos e vigilantes para ouvir a voz de d’Ele nos convidando a entrar na sua barca; sair do isolamento de nossa realidade particular e ir às periferias de nossas realidades. Ouvir os apelos do Pai é recordar que pelo batismo, somos todos chamados a sermos sinais do amor misericordioso de Deus para com o povo confiado a nós em nossos diversos serviços e ministérios. Sejamos ousados em dar nosso sim!
Que a Virgem Maria, Mãe da Providência, nos auxilie a assumirmos nossa missão não somente no mês vocacional, mas durante todo o ano, a exemplo de nosso Pai Fundador, Santo Antônio Maria Zaccaria, aliviando a cruz de muitos irmãos sofredores.
Por:
Anterior Proxima Página inicial